FALE COM A CLÍNICA: (61) 3242-2070 | (61) 99961-4719

Blog Dr Erasmo /

Fique por dentro das novidades da Clínica.

Home /NEWS /BLOG DR ERASMO /Melasma: Como Tratar?

Melasma: Como Tratar?

Melasma é o surgimento de manchas escuras na pele, que normalmente aparecem no rosto.

São vários e diversos os fatores que aumentam o risco de a pessoa contrair melasma, entre eles:

  • Ser mulher, pois elas representam aproximadamente 90% do total dos casos de melasma conhecidos
  • Ter um tom de pele mais escuro, como as africanas e afrodescendentes, indianas, hispânicas e asiáticas, pois são mais propensas a contrair melasma por possuírem mais melanócitos ativos para a produção de melanina (pigmentação da pele)
  • Estar gestante também contribui devido às alterações hormonais
  • Algum familiar direto já ter tido melasma
  • Altas temperaturas, exposição ao sol e período de verão

Melasma: Como Tratar?

Sintomas

Os sintomas do melasma são escurecimento de áreas da pele expostas ao sol, majoritariamente no rosto. As cores variam de acordo com o tom de pele da pessoa e o formato é irregular e, normalmente, simétrico, sendo igual dos dois lados do rosto.

Caso apareçam manchas na região do rosto ou pescoço a pessoa deve procurar imediatamente um dermatologista para verificar o que está acontecendo. Mesmo que seja um caso recorrente de melasma, é importante verificar com o especialista o tipo e tratamento adequado para este momento. O melasma não é cancerígeno, mas manchas na pele podem ter diversos significados.

Os tratamentos para melasma variam, mas é importante que o paciente faça um tratamento contínuo/constante. Caso contrário, as manchas retonam mais profundas e o tratamento precisa ser mais agressivo para a retirada da mancha.



Para ajudar na remoção das manchas podem ser utilizados cremes clareadores e também existe a possibilidade de usar laser ou outras formas de energia luminosa para ajudar no processo o uso de laser. Recentemente o laser Picosure é utilizado para a retirada das manchas, ele trata o melasma em 4 ou 5 sessões, onde não mancha a pele, não descama e não deixa vermelhidão. Mesmo depois do tratamento das manchas com laser, os cremes clareadores deverão ser usados. Tratando corretamente e tomando todos os cuidados diariamente é possível que os episódios de melasma não voltem a se repetir.

O uso de protetor solar diariamente é importante para todas as pessoas, mas para aquelas que sabidamente têm tendência a adquirir o melasma ou se enquadram nos fatores de risco os cuidados devem ser ainda maiores. O principal da prevenção é evitar a exposição ao sol e sempre usar um bom protetor solar no rosto e demais áreas expostas. A aplicação deve acontecer várias vezes ao dia com a finalidade de evitar o estímulo para produção de pigmento. Se a pessoa já apresentou os sintomas ou sabe-se que tem grande tendência a desenvolver melasma, ela ainda pode conversar com os médicos para, se possível, evitar pílulas anticoncepcionais e reposição de hormônios.